24 de dezembro de 2011

Langella as Batman

Já escrevi várias vezes que Bob Kane se inspirou basicamente em três outros personagens clássicos - Drácula, Zorro e Sherlock Holmes - para compor Batman. E não é que um ator marcante em minha adolescência, o genial Frank Langella, interpretou esse trio? Na telona, foi um excelente Zorro em 1974 e um elegante Drácula em 1979. Além dessas capas pretas, vestiu o paletó xadrez do maior detetive da literatura para um teleatro especial, em 1981, disponível hoje em vídeo. Vejam as fotos! Então (como diria os paulistas): ele poderia ter sido um bom Batman? Creio que sim, pelo menos para uma licença poética intersemiótica. O que vocês acham? Muitos críticos abaixo da crítica chamavam ele de canastrão, mas hoje não há quem não reconheça o talento do ator. Aparentemente, o mais próximo de Batman que ele chegou foi como Perry White, o editor de Clark Kent no último filme do Superman. Para especular, acho que se o projeto cinematográfico do Cavaleiro das Trevas não tivesse ficado dez anos na gaveta, entre 1979 e 1989, ele poderia ter sido escolhido para o papel que foi inicialmente de Michael Keaton. Os produtores preferiam um cara tipo Burt Reynolds (má opção), mas cederiam à opinião de um diretor, que não seria o então menino desconhecido Tim Burton. Então?

Nenhum comentário: