16 de julho de 2010

Man-Bat da Amazônia

Cupendiepes, a lenda de uma tribo de seres fantásticos do folclore amazônico, me chamou a atenção. Não conhecia até ontem. A grande ópera a céu aberto do Festival de Parintins, cidade do Amazonas, destacou em 2001 o ritual dos homens-morcego. O quadro do Boi-Bumbá Garantido é revelador para mim. Situados na região de montanhas e chapadas (Desafio dos Bandeirantes), a raça hostil de índios com asas de morcego, os cupendiepes, habita em cavernas e dorme de cabeça para baixo.

Os mutantes atacam nas áreas vizinhas, dando vôos rasantes e usando lanças ou machados para decapitar seus oponentes. É claro que associei logo o mito festejado no carnaval amazônico ao Morcego Humano (Man-Bat), personagem do Universo Batman. Que cês acham? O ritual indígena no Boi Garantido (foto) é uma dramatização de um ritual praticado em alguma tribo indígena da Amazônia. Em geral é o ponto alto do espetáculo, apresentado no final. Desfilam grandes alegorias e feitos especiais. Viva a cultura brasileira!

Cupendiepes
(Inaldo Medeiros e Marlon Brandão)

Homens-morcego
Vampiros da selva
Ceifadores de vidas guerreiras
Aterrorizadores da nação Apinayé

Criaturas aladas das criptas
Habitantes da gruta maldita
Homens-morcego, tiram o sossego
Da grande nação Apinayé

Seres sanguinários da noite
Lendários assassinos da floresta
Empunhando machado de pedra
Aos filhos da mata declaram guerra

O sol iluminou a floresta
Ofuscando a visão das feras
A luz venceu as trevas
A maldição foi derrotada
E a paz na nação Apinayé
Finalmente foi consumada

Nenhum comentário: