14 de junho de 2010

Mais Kick-Ass ou Batsquad

Crítica da Veja: Heróis supernormais, vem aí Kick-Ass (14/06/2010)

por Isabela Boscov

Dave Lizewski não é atleta do time de futebol da escola nem gênio da matemática; não é popular, mas também não é um coitado torturado pelos colegas. É um menino comum sob a aflição banal de ser adolescente. Dave, porém, acha que há uma cura para esse mal: com uma roupa de mergulho verde encomendada pela internet e dois bastões presos às costas, mais um pouco de treino (basicamente, poses intimidadoras praticadas diante do espelho), crê, ele pode virar Kick-Ass, super-herói contra o crime em Nova York. Dave não é idiota. Ele apenas lê quadrinhos. E os quadrinhos e os filmes baseados neles, como Homem-Aranha, X-Men e Batman, argumentam que é justamente das aflições íntimas que nascem os superpoderes ou, na ausência destes, a superdeterminação. (...)

Um comentário:

monitorando disse...

Silvio, vc nem deve se lembrar de mim, mas fui repórter de economia de A Notícia, aqui em Florianópolis, no final dos anos 1990 e nos encontrávamos em coletivas da área. Era um tempo em que vc atuava pela Gazeta Mercantil.
Mas te escrevo para parabenizar pelo blog - que descobri há pouco - e para lhe perguntar: onde posso encontrar seu livro para comprar. Não apenas para mim, mas também porque tenho um filho de seis anos que é louco pelo Batman... abraço.

Rogério Christofoletti