Postagens

Mostrando postagens de setembro 27, 2008

Recordações do lançamento

Imagem
(Belo Horizonte, 11 de setembro de 2005) - Menos de três meses após sair da gráfica, o Dicionário do Morcego já acumulou trunfos. Com um terço de sua primeira edição vendida, o livro foi lançado na livraria Comix – a meca dos quadrinhos no Brasil localizada nos Jardins, de Sampa – em 25 de junho de 2005, uma semana após ficar pronto e com oito dias de exibição de Batman Begins nas telas do todo o País. Em Belo Horizonte, a chegada da obra é comemorada na livraria Leitura Pátio, ponto mais nobre da cidade do autor, no dia 5 de julho. O bat-evento teve direito até a bat-docinhos feitos pela mãe do autor (detalhe). Como convidado dos batmaníacos paulistas do fanclub Batbase, do qual sou sócio, o Dicionário marcou presença em dois eventos: um no Shopping Guarulhos (30 de julho) e outro na Feira do Livro Infanto-Juvenil e Quadrinhos de São Paulo (13 de agosto). Entre os contatos feitos na feira foi o com o desenhista brasileiro Ivan Reis (Batman e Superman). Naquele mesmo dia, o autor pa

Prefácio de Sock! Crash! Pow!

Imagem
Série clássica e inovadora Sílvio Ribas* Para boa parte dos brasileiros de minha geração, sobretudo os garotos, falar sobre o seriado de TV Batman é fazer uma viagem de volta às horas felizes de nossa infância e adolescência. Os anos 70 e 80 nos trouxeram opções de lazer e entretenimento que mexiam com o imaginário e ainda nos provoca muita saudade daquilo que curtíamos e éramos. Batman – o mais badalado herói de ficção daqueles tempos – surgia em carne e osso na telinha da televisão, sempre na mesma bat-hora e bat-canal – para nos convidar a participar de aventuras que também divertiam os adultos. Com o complemento das histórias em quadrinhos, dos desenhos animados – da Filmation e da Hanna-Barbera (Super Amigos) – e dos brinquedos, o público do qual eu fazia parte admirava um personagem único que já tinha e continuou tendo as mais diferentes faces e fases. Juntamente com as recentes versões do homem-morcego na telona do cinema, aquela composta pelo ator Adam West na TV é, até hoj